Hoje

22 jan

Era uma vez
Um domingo de sorvete
Um pedido de namoro
Um sorriso bobo
Uma música de fundo
Uma rua qualquer
Um final de tarde
E o começo de um amor
Sem fim.

Nordestino

13 jan

Ah, como eu queria ser
as cores quentes do nordeste
a envolver seu corpo
fazer brilhar sua pele.

Ah, como eu queria ser
A brisa seca do agreste
A ventar seus cabelos
Deixar seu riso cafajeste.

Ah, como eu queria ser
Tudo que te aquece
De norte a sul,
De Leste a Oeste.

Seu olhar

29 dez

Eu poderia tentar recorrer à ciência
empuxo, força, vetor, física, até a química
nem assim explicaria
porque seus olhos me puxam e hipnotizam tanto.

Eu poderia também recorrer às artes plásticas
tons, cores, chiaroscuro, realismos, arte naif
ainda assim não explicaria
como é possível os seus castanhos olhos brilhem mais que o azul.

Eu poderia – e digo, tentei – recorrer à biologia
evoluções, fisiologia, moléculas, genética
mas nada, nada explica!
como é possível olhos tão pequenos serem tão enormes.

Já perto de desistir, tento a poesia
versos, métricas, lirismos, semiologia
nem aqui… nada explica! Que diabos!
Mas encontrei a licença poética
que me permite apenas dizer:
PUTA QUE PARIU
nesse
seu olhar.

Seus olhos

9 dez

Ela não tem olhos azuis
tampouco verdes ou
quaisquer outras
cores complexas.
Eram castanhos.
E na simplicidade
do seu castanho
habita o infinito,
várias expressões
e sentimentos
que se revezam
quando um sorriso
ou uma tensão
ocupa os lábios.

As colinas

9 dez

Fico pensando em você
e me desconecto da TV
paro de ouvir o jornal
as notícias, o mundo,
a vida, que realidade,
tudo, coisa e tal.

Penso que você
também pense em mim
chegando quente, indecente
toda molhada e carente
ofegando e gemendo
no seu ouvidim.

E só aí
me vejo partir
me penso ao seu lado
ou com você por cima
ou por baixo
de mim.

Às vezes volto
e vejo aquele canal
sem graça, fútil, sacal
meu pensamento logo
combina essa rima
com algo pouco,
digamos, formal.

No próximo piscar de olhos
lá está você à minha frente
naquela lingerir vermelha
da foto, lembra?
Ousada, gostosa, envolvente.

Passo a contar os dias
até me realizar em você
anda logo, dias malditos
anda logo
que eu quero te ter.

Desesperos

27 out

Vejo seu desespero
Pra ter de volta
Pelas razões erradas
o meu amor
Que um dia já foi seu.

Me desespero daqui
Por ver você não compreender
que, na verdade você
Não quer me preencher também
Você só quer uma morada
Um teto de afeto
Sem pagar aluguel.

Não dá 

27 out

Se você consegue
Não pensar nele
Quando está comigo
Isso significa
Que você consegue
Não pensar em mim
Quando está com ele
E eu não consigo
Suportar a ideia
De você
não pensar
Em mim
Toda
Hora
Do
Seu
Dia.