Ascendente em aquário

1 jul

Algumas pessoas tornam tão difícil a nossa doçura no olhar. Quase me sinto obrigada a dar o meu pior. Mas, graças aos astros, sou extremamente teimosa.

Anúncios

Dura

28 jan

Amor:
Sentimento tão puro e divino
Queima nos lençóis da nossa cama
Por entre nosso suor.

A lembrança:
11 anos dessa castidade libidinosa
Desse amor tão santo e sem vergonha
Desse ir e não ir, já estando tão lá
Desses pensamentos histéricos
De laços que não se desfazem
De nós.

Pronto socorro

31 out

Pedi ao doutor
Um remédio pra esse choro preso
Receita azul, cheia de nuvens
Volta mês que vem
Quem sabe a gente tenta também
Aquele outro da tarja preta
Sobre os olhos que fazem dormir
Se não funcionar, toma esse pedido
Pra um raio x do coração fodido
Quem sabe cabe mais alguém lá
Quem sabe você não é bipolar?
Quem sabe seja tuberculose
Mas pra todo caso, é só virose.

Hoje

22 jan

Era uma vez
Um domingo de sorvete
Um pedido de namoro
Um sorriso bobo
Uma música de fundo
Uma rua qualquer
Um final de tarde
E o começo de um amor
Sem fim.

Nordestino

13 jan

Ah, como eu queria ser
as cores quentes do nordeste
a envolver seu corpo
fazer brilhar sua pele.

Ah, como eu queria ser
A brisa seca do agreste
A ventar seus cabelos
Deixar seu riso cafajeste.

Ah, como eu queria ser
Tudo que te aquece
De norte a sul,
De Leste a Oeste.

Seu olhar

29 dez

Eu poderia tentar recorrer à ciência
empuxo, força, vetor, física, até a química
nem assim explicaria
porque seus olhos me puxam e hipnotizam tanto.

Eu poderia também recorrer às artes plásticas
tons, cores, chiaroscuro, realismos, arte naif
ainda assim não explicaria
como é possível os seus castanhos olhos brilhem mais que o azul.

Eu poderia – e digo, tentei – recorrer à biologia
evoluções, fisiologia, moléculas, genética
mas nada, nada explica!
como é possível olhos tão pequenos serem tão enormes.

Já perto de desistir, tento a poesia
versos, métricas, lirismos, semiologia
nem aqui… nada explica! Que diabos!
Mas encontrei a licença poética
que me permite apenas dizer:
PUTA QUE PARIU
nesse
seu olhar.

Seus olhos

9 dez

Ela não tem olhos azuis
tampouco verdes ou
quaisquer outras
cores complexas.
Eram castanhos.
E na simplicidade
do seu castanho
habita o infinito,
várias expressões
e sentimentos
que se revezam
quando um sorriso
ou uma tensão
ocupa os lábios.