Sorrisos

23 maio

O dia todo sem sorrisos importantes. Talvez porque eu não me importe mais com os outros sorrisos.

Eu espero aqui na porta, ansiosa por ver seu perfume empurrando as pessoas, abrindo caminho para os seus olhos que já vêem certos em mim. Espero seu sorriso tatuar minha íris, enquanto deixo um riso sem graça fugir pelos lábios.
Como é saborosa sua voz dizendo olá, ou reclamando do trânsito maldito que me fez te esperar mais tempo que o combinado. Mas agora tanto faz, minhas mãos já estão sobre as suas.
É engraçado ver você assim, numa necessidade infundada de tentar se desculpar pelo atraso, falando afobada e sorrindo ofegante entre uma palavra e outra.
Tento te acalmar sorrindo despreocupada. Acho que você não percebe como não me importo com isso. Não precisava correr, respire. Agora estamos aqui, sorrindo uma para a outra, está tudo bem.
É melhor assim sem dizer nada. As palavras têm menos pressa que os sentimentos, amor. Assente-se, respire e me sorria mais uma vez.

Uma resposta para “Sorrisos”

  1. Ana maio 23, 2007 às 12:01 pm #

    Lindo e verdadeiro!
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s