Arquivo | agosto, 2007

Nota

27 ago

Nada como escrever.

Escrever de crawl, costas e borboleta.

Anúncios

Oi, tchau

27 ago

“Beijo, tchau”. Pronto, bastam essas duas palavras para eu me perder. “Boa noite, até amanhã”, e já estou a andar pela casa sem rumo, sem sono, sem fome, sem direção.

Continue lendo

Intrometidas

21 ago

As palavras são ousadas, vivem tomando o lugar dos sentimentos…

Irritando Erika

21 ago

Eu enumerei várias coisas que me irritam. Não segue nenhum tipo de ordem, mas creio que pela minha escrita será fácil deduzir o que me irrita mais ou menos.
Continue lendo

Outra

12 ago

Como será dizer a uma que a ama pela manhã, encontrar outra à tarde e repetir o gesto? Como será dizer às duas o mesmo e só amar de fato uma? Se é que ama uma. Se é que diz às duas. Se é que há outra.