Arquivo | setembro, 2007

Flores

29 set

Eu te mandaria lírios. Pediria: sem bilhete, seu moço, sem bilhete que é pra moça pensar que quem mandou é quem ela ama.

Anúncios

Troca

26 set

Troquei de perfume, ele me lembrava você. Troquei de mim, eu me lembrava você.

(Sem título)

26 set

A solidão é uma flor amarela que nasce no coração dos mais trouxas ainda. Trouxas que não regaram a tal flor roxa.

Quem?

24 set

Brinco de ser Maria, Joana, Glória.

[Glória nem tanto que também é abusar do léxico.

Brinco de ser Paula, Amanda, Rafaela.

E todas são apaixonadas por você.

Quem é você que conquista todos os meus eus?

Quem é você que distrai minhas personalidades?

Que faz com que as múltiplas que tenho

tenham o coração batendo forte

e mais forte por você?

Amistoso

23 set

Vamos jogar sem pressa,

o placar final não importa.

Ganha-se amor,

experiência,

perde-se saudade

e dor.

Vamos por os times em campo,

juiz hoje não veio.

Bandeirinhas só caso extrapole.

Mas nós já somos estripulia,

final de campeonato,

Zero e Galo,

carnaval alvi-negro.

Paixão maior não há.

Não vale nada,

mas vamos jogar.

Educação no trânsito (do amor)

23 set

“Ao atravessar lugares perigosos, olhe atentamente para os dois lados”, mas como posso, se você, meu perigo, me tomou os olhos?

Eu

23 set

Sou as entrelinhas do que digo ser.