Poema bêbado

30 out

Seus versos vivem trocando as pernas por aí, e numa dessas, o derrubaram, jogaram no chão a garrafa de rima.

2 Respostas para “Poema bêbado”

  1. Pri outubro 30, 2007 às 4:50 am #

    pq q ela escreve tão bunitinho?=)

  2. Lee outubro 30, 2007 às 10:22 am #

    Vc ja reparou que bebados sem caem,mas a garrafa nunca?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s