Luta

18 dez

                                                                             à Cacá, minha nega
Hoje a luta foi oposta,
(não é o poema que não quer
se mostrar ao mundo)
sou eu que tento segurar a rima
[por entre os dedos, as mãos
a caneta, a memória…]

E nessa luta
não sei quem ganha,
o poema está meio à mostra
e eu meio escondida.

5 Respostas para “Luta”

  1. Pri dezembro 18, 2007 às 9:43 am #

    Nade de se esconder.. apareeça!@@
    Ta chegando ta chegando=D
    amo você

  2. Ana Luiza dezembro 19, 2007 às 4:35 pm #

    Escondida?
    Ah, duvido!

  3. lis dezembro 21, 2007 às 1:14 am #

    “o poema está meio à mostra
    e eu meio escondida.”

    caramba!
    revela pouco, incisivamente! adoro! :)

  4. Cacá dezembro 21, 2007 às 6:28 pm #

    o engraçado é que o que eu escrevi parece mais contigo.
    e esse comigo.

    essa luta, essa coisa “o poema está meio à mostra
    e eu meio escondida.” é muito mais Cacá do que Erika. muito mais.

    quem tem a coragem e dá a cara a tapa é vc.

    meus poemas, de tanto que eu tento guardar em mim, sempre chegam atrasados…

    lindo lindo.
    =)~~

    beijo, fulô
    e desculpa a demora =]
    =*

  5. Cacá dezembro 21, 2007 às 6:30 pm #

    digo, parece mais contigo a luta que foi escrever.
    entendeu, né?
    =**

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s