Arquivo | maio, 2008

Amor que não cabe

31 maio

Seu amor que não cabe em ti
e meu amor que não cabe em mim
deram um nó em são Paulo
pra unir o que está por vir.

Anúncios

Canção de silêncio

27 maio

E o refrão mudo
da minha canção de silêncio
repete aos ventos
o quanto amo você.

O poeta e a bailarina

26 maio

Ela dança sobre os versos e ele rima os passos dela.

Feito ele

5 maio

Quero ser boba feito meu pai. Meu pai é desses bobos que tudo fazem pelos outros sem buscar algo em troca, fazem só pra deitar a cabeça à noite e sentirem bem.
Continue lendo

Me pense poeta

2 maio

Não me pense maníaco
quando digo que penso
a maior parte do dia
sobre aquela noite
na minha cama a te tocar.

Não me pense maníaco
pois a sua pele
é a mais doce
do cheiro mais macio
que eu pude provar.

Não me pense maníaco
pois aquele sussuro é meu
e de ninguém mais será.

não me pense maníaco
se a tua voz gozante
é mais prazerosa
do que propriamente gozar.

Não me pense maníaco
se não quero outra coisa
senão repetir aquela noite
todos os dias sem parar.

Me pense talvez poeta
pois até pensando em sexo
puro e simplesmente
ainda assim você me faz rimar.

Altas!

1 maio

Cansei de brincar de saudade. Volta?

Arrepio

1 maio

Eu sinto cada pêlo do meu corpo gritar. Um grito assim meio desesperado, como se quisessem pular pra fora de mim e ir até você.