Ela tinha 17, e… VII

17 jul

Não é todo dia que se quer amar, disse ele. Mas a amava mesmo assim. Mesmo e apesar de qualquer coisa, querendo ou não, ele a amava. É o que chamam “incondicionalmente”, completou.

Anúncios

Uma resposta to “Ela tinha 17, e… VII”

  1. Ana Luíza Gonçalves julho 18, 2012 às 11:13 am #

    Gosto DEMAIS desses!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s