Arquivo | setembro, 2012

Vai, vai

28 set

Eu não me lembro mais do seu nariz. Não sei dizer se era fino, gordinho, pontudo ou torto. Consigo, em minha mente, ver vários detalhes de seu rosto: boca, olhos, sobrancelhas, até a covinha do seu sorriso… Menos seu nariz.
Será esse o efeito de você indo embora de mim?

Anúncios

Can’t buy you jewelry

27 set

I’m no rich, have no car, have no gold
but I’m spending my time on you, girl
I’m spending my time on you

Crer

22 set

Há tanto que se acreditar no mundo que não entendo os que em nada acreditam. Queria, se possível fosse, acreditar em tudo ao mesmo tempo – acreditar nos que acreditam e em suas certezas e nos que duvidam e em suas dúvidas -, só para não perder nada da vida.

Será que você vê?

14 set

Estreito eu fico perto de você
Sem jeito, sem fala, romântico-clichê.

Amor-mais-que-perfeito

14 set

Sua letra é ridiculamente feia. Ufa.
Algum defeito você tinha que ter.

Auê

14 set

Você passa e me leva embora.
Semana que vem tem mais.

No mesmo lugar e na mesma hora
O amor se faz e desfaz.

Esse riso seu

14 set

E se nos déssemos as mãos? Você ficaria mais a vontade para sorrir para mim? Pode rir esse riso tímido e quase escondido… Mas ria para mim. Pode rir da minha cara de palhaço, fazendo mil e uma estripulias para arrancar um sorriso seu, mas ria para mim, só pra mim. Nem que seja por 3 segundos apenas, mas ria para mim, me olha nos olhos e ria para mim!
Ria para mim!
Esconda nossos rostos do brilho do dia e ria para mim, com aquela cara engraçada de quando estamos cegos de sol, você sabe qual… Ria para mim? Ria para mim, fazendo chamego, com raivinha, cansada, com entusiasmo, com gripe, tanto faz… Ria para mim que eu te prometo ser o riso mais feliz da sua vida.