Levanta

16 dez

De repente a gente ama tudo de novo
E sofre tudo de novo
E essa enchente que toma o peito
Afoga de desespero o agora, o calmo, o real
E a gente, sofrendo de novo, cai de novo
Mas levanta de novo.
Levanta de novo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s