Seu olhar

29 dez

Eu poderia tentar recorrer à ciência
empuxo, força, vetor, física, até a química
nem assim explicaria
porque seus olhos me puxam e hipnotizam tanto.

Eu poderia também recorrer às artes plásticas
tons, cores, chiaroscuro, realismos, arte naif
ainda assim não explicaria
como é possível os seus castanhos olhos brilhem mais que o azul.

Eu poderia – e digo, tentei – recorrer à biologia
evoluções, fisiologia, moléculas, genética
mas nada, nada explica!
como é possível olhos tão pequenos serem tão enormes.

Já perto de desistir, tento a poesia
versos, métricas, lirismos, semiologia
nem aqui… nada explica! Que diabos!
Mas encontrei a licença poética
que me permite apenas dizer:
PUTA QUE PARIU
nesse
seu olhar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s